Pesquisar neste Blog

ARGÔNIO


O argônio foi o primeiro dos gases inertes a ser descoberto na Terra. A sua descoberta ilustra curiosas omissões que por vezes surgem em ciência.
O argônio encontra-se na Natureza, constituindo 0,941 % em volume no ar (liberto do dióxido de carbono). A proporção no ar é aproximadamente constante, no entanto, por cima do mar esta proporção é um pouco superior.
O argônio é mais solúvel em água do que o nitrogênio. Logo, a sua proporção em ar líquido é maior do que na atmosfera. O argônio foi também descoberto no gás natural e em alguns minerais. Ocorre sempre associado ao nitrogênio.
O argõnio usa-se principalmente na soldagem e em outras operações que exijam uma atmosfera não oxidante e a ausência de azoto. Desde 1920, aproximadamente, que se usa no enchimento das lâmpadas elétricas, a fim de se reduzir a velocidade de evaporação do filamento de tungsténio e, ainda mais recentemente, em tubos termiónicos "thyratons" e nas lâmpadas fluorescentes.

História

Em 1785 Cavendish misturou ar com excesso de oxigénio e efectuou descargas elétricas na mistura sobre hidróxido de potássio. Por este processo, converteu o nitrogênio do ar em nitrato de potássio. Seguidamente retirou o excesso de oxigênio, mas ainda restava uma pequena quantidade de gás, não maior do que 1/120 do volume original de ar. Considerou que esta diferença tinha sido provocada por erros experimentais.

Quase 100 anos depois, em 1894, Lord Rayleigh fez uma série de medições da densidade do nitrogênio proveniente de várias fontes. Verificou que a densidade do nitrogênio do ar (1,2572) era sempre maior que a densidade do nitrogênio proveniente de compostos de nitrogênio (1,2506). Ora, esta diferença era demasiado grande para ser imputada aos erros experimentais, concluindo, portanto, que a atmosfera tinha que conter uma substância inerte mais pesada que o nitrogênio.

Lord Rayleigh, trabalhando com Ramsay, repetiu a experiência de Cavendish, mas removendo o nitrogênio com magnésio aquecido. O resíduo revelou um espectro desconhecido, e, assim, foi mostrado que este novo gás não estava combinado com o nitrogênio. Foi chamado argônio (de argon - da palavra grega para "inativo").

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fontes: pt.wikipedia.com
nautilus.fis.uc.pt