Pesquisar neste Blog

Sistema de Lançamento Espacial

O SLS será basicamente um sistema de propulsão dos ônibus espaciais remontado em uma configuração diferente. (Imagem: NASA).


A NASA apresentou seu mais novo projeto de foguete espacial, substituindo o projeto Ares V, que foi aposentado ainda na prancheta. Será o maior foguete da agência espacial norte-americana desde o Saturno V, que impulsionou a missão Apollo até a Lua. Chamado SLS (Space Launch System), o novo foguete será responsável por colocar em órbita a nave Órion, uma cápsula Apollo reestilizada e que começou a ser construída há pouco tempo. A NASA não tem hoje um nem um foguete e nem uma nave capazes de levar astronautas para o espaço. Não há nenhuma novidade técnica no projeto. O SLS terá basicamente um sistema de propulsão dos ônibus espaciais remontado em uma configuração diferente. O SLS usará motores RS-25D/E, os mesmos motores dos ônibus espaciais, alimentados por hidrogênio e oxigênio líquidos. Ao seu núcleo central serão adicionados dois motores de combustível sólido, igualmente os mesmos que equipavam os ônibus espaciais. Nessa versão inicial, ele será capaz de levar 70 toneladas. No futuro, o projeto inclui um upgrade para 130 toneladas, com a adição de um segundo estágio com o motor J2X, este sim, inédito, mas ainda em desenvolvimento. Para não passar totalmente em branco, o SLS usará a cápsula de escape dos astronautas, chamada MLAS, que poderá ser usada em caso de problemas.


Por enquanto, está decidida a produção apenas do modelo menor do SLS (à esquerda), embora a NASA não tenha anunciado o orçamento do projeto. (Imagem: NASA).

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fontes: pt.wikipedia.com
nautilus.fis.uc.pt